Coaching: promessas milagrosas enlatadas (Opinião)

Por que promessas milagrosas são mais atrativas que psicoterapia? (Opinião)
Por que promessas milagrosas são mais atrativas que psicoterapia? (Opinião)


Um dos motivos que me levaram a escrever na página e aqui no blog é que eu sentia falta de debater com as outras pessoas sobre coisas que estudo. Debater nos ajuda a aprender tanto por compartilharmos os conhecimentos que obtemos quanto pelo contato com pontos de vistas diferentes dos nossos e informações que podem ser trazidas pelas outras pessoas.

No meu ciclo social as pessoas não são muito fãs de debate. Até porque costumo estudar sobre alguns assuntos específicos que nem sempre é do interesse das outras pessoas, então escrever aqui acaba sanando essa minha vontade, mesmo que se ninguém ler, mas felizmente mutos gostam dos meus artigos (valeu! 😍).

O tema dessa vez é uma febre que tem crescido muito aqui no Brasil, e talvez no mundo, que é o Coaching. Novamente vou falar algumas coisas bem impopulares e prevejo represálias. Até porque algumas pessoas que me seguem se dizem coaches e penso que não vão gostar nadinha desse texto, mas eu não deixarei de dizer coisas que considero úteis para vocês por causa disso. As minhas críticas também são construtivas, se lerem até o final, verão 😇😇😇

[Observação: tenho plena consciência que existem coaches que são bons profissionais e realmente ajudam as pessoas, inclusive conheço alguns, porém, infelizmente é uma minoria muito inexpressiva. Então, se você é um desses profissionais bons, não entenda esse artigo como uma crítica individual (muito menos um ataque pessoal), mas sim coletiva à comunidade de coaching como um todo.]

Siga nas redes sociais:
👍 Facebook | 💬 Twitter | 📷 Instagram | 📌 Pinterest
🔔 Seja um padrinho! Conheça minha campanha no Padrim


O que é Coaching (na teoria)?
Fenômeno influenciado pela Psicologia Positiva.
Life coach?!?! (Imagem retirada do site Clipartmax)


É um conjunto de técnicas e métodos oriundos de várias ciências diferentes, incluindo a Psicologia, e tem o objetivo de ajudar as pessoas a atingir objetivos, seja na vida pessoal, seja na profissional.

O coaching teria sido influenciado pela Psicologia Positiva. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a Psicologia Positiva não é uma abordagem (como a Psicanálise, a Gestalt-terapia ou a TCC). Ela é uma forma diferente de enxergar o ser humano e possíveis novas aplicações da Psicologia que pode ser incorporada a todas as diferentes escolas. Então um psicólogo pode ter qualquer abordagem, por exemplo: ser psicanalista, mas ainda assim utilizar a Psicologia Positiva na sua atuação clínica.

Por muito tempo, a Psicologia focou no lado doente do ser humano. A Positiva busca também olhar para o saudável e feliz. Essa visão começou de forma tímida nos trabalhos de alguns teóricos como Abraham Maslow, Carl R. Rogers, Eric Fromm e até mesmo Carl Gustav Jung, mas o tema foi pesquisado mais a fundo por Martin Seligman que por muitos é visto como o "pai" da Psicologia Positiva.

[Essa informação de que a Psicologia Positiva não é uma abordagem foi retirada dessa entrevista com uma psicóloga especialista no assunto: Psicocast - #59 – Psicologia Positiva. ]


A diferença entre psicólogo e coach

Diferenças entre os dois processos.
(Imagem retirada do site Clipartmax)

Então a ideia do coaching é focar no sucesso e realizações. Segundo alguns psicólogos e também alguns coaches, a diferença entre psicoterapia e coaching é que ele seria indicado para pessoas que estão emocionalmente bem e estáveis, mas que querem chegar a um objetivo, o processo seria para que a pessoa se organize e consiga alcançá-lo. Pode ser juntar dinheiro para comprar alguma coisa (carro, casa, pagar faculdade, etc), abrir um novo negócio, conseguir uma promoção no emprego, as opções são inúmeras. A psicoterapia seria indicada para pessoas que não estão bem emocionalmente e psicologicamente, sendo, portanto, uma forma de tratamento.

Discordo muito dessa visão a respeito da psicoterapia porque existem algumas abordagens que também não se concentram apenas em tratar transtornos e problemas psicológicos. A terapia centrada na pessoa de Carl R. Rogers, por exemplo, também foca na autorrealização e a Psicanálise pode ser utilizada sem ter como objetivo apenas de tratar um quadro de transtorno mental, ela também é usada para autoconhecimento. O que possibilita melhor qualidade de vida independente de serem pessoas psiquicamente adoecidas ou não. A psicoterapia não é indicada apenas para pessoas que tem transtornos mentais, ela pode ajudar qualquer um e como falei mais acima, os conceitos da Psicologia Positiva podem ser incorporados na atuação clínica de psicólogos e psicoterapeutas de diferentes abordagens.


"Psicoterapia foca apenas no passado e em traumas" - erro frequentemente propagado por coaches

Psicoterapia foca apenas no passado e em traumas? Mito!
(Imagem retirada do site Clipartmax)

Se você tem contato com algum coach e alguma vez perguntou para ele qual a diferença entre coaching e psicoterapia, imagino que ele disse que terapia é focada apenas no passado e em traumas, estimo que a maioria fala isso. Faça um teste: pesquise no Google, no Youtube ou nas redes sociais coaches explicando a diferença entre as duas coisas e vocês versão que eles propagam isso mesmo. Por ser uma coisa tão frequente, chego a cogitar que os cursos de formação em coaching que ensinam isso 😂😂😂, uma definição completamente equivocada.

A psicoterapia não foca apenas no passado e em traumas, mas sim em diversos aspectos da nossa vida e existem algumas abordagens, como a Gestalt-terapia, que são, inclusive, mais focadas no presente. Até mesmo as psicoterapias psicodinâmicas ou psicanalíticas não trabalham exclusivamente com o passado, é que na teoria o ser humano é resultado da sua história de vida, isso significa que se temos um sintoma hoje, ele começou em algum lugar lá atrás por algum motivo. Então essas formas de psicoterapia buscam investigar e reconstruir o passado do paciente para compreender melhor o seu quadro e então fazer as intervenções necessárias. Mesmo as psicoterapias mais focadas no passado não ignoram o presente e não trabalham apenas em traumas. Isso é uma visão muito reducionista e distorcida mesmo.


Coaching na prática: os problemas

Esse meme da página 'Dicas anti-coach' no Facebook seria cômico se não fosse trágico.

A teoria é bem bonitinha, mas o que acontece de fato? Uma quantidade absurda de profissionais ruins que fizeram um cursinho de uma semana, ou menos, e já começam a atuar. Não estou falando de casos isolados, mas da maioria mesmo, o que inclui também grandes figuras da comunidade coaching no Brasil que tem páginas com milhares de curtidas no Facebook ou canais do YouTube com muitos inscritos, que escrevem livros e fazem workshops e palestras.

A resposta para tudo no meio coach é a falta de motivação, além de culpar a própria pessoa por tudo que dá errado na vida dela. Tem uma coach famosa que gerou polêmica porque afirmou que os judeus se entregavam aos campos de concentração durante o holocausto nazista "porque não estavam motivados o suficiente".

Judeus se entregavam nos campos de concentração porque estavam desmotivados. Que?! 😵😵😵

Essa falácia acaba por sempre validar a competência do coach, independentemente do resultado do seu trabalho. Se o processo fracassou, a culpa está sempre na falta de motivação ou dedicação do cliente, não das técnicas falhas e duvidosas aplicadas pelo profissional. Além de que, na minha opinião, isso é perigosíssimo e pode provocar o adoecimento psíquico das pessoas aumentando sua ansiedade e sentimentos de culpa. Fazendo elas sentirem que tem menos valor por não conseguirem conquistar o que pretendem ou não atingirem o resultado milagroso prometido pelo coach.

Outro problema grave são as técnicas duvidosas utilizadas, os coaches misturam várias teorias diferentes, nem sempre válidas, que às vezes sequer existem de fato e também costumam distorcer conceitos científicos para dizer que as coisas que suas afirmações são comprovadas. Uma falácia comum é utilizar a física quântica, eles adoram o termo "quântico" e colocam em tudo quanto é lugar possível: "cura quântica", "motivação quântica", já vi até coaches ensinando a fazer "café quântico" 😂😂😂. A física quântica não tem absolutamente nada a ver com as técnicas que eles utilizam, essa falácia serve para validar qualquer coisa mirabolante que eles inventem, se alguém pergunta: "mas existe comprovação disso?", eles respondem: "é tudo comprovado pela física quântica!".

Esse monte de técnicas que eles dizem dominar são apenas uma forma de causar uma falsa impressão de que eles são pessoas super qualificadas. Você entra no site de um coach e a biografia dele é mais ou menos assim: "Sou fulana, life coach com experiência em hipnose holística, constelação familiar, PNL, thetahealing, física quãntica e lei da atração"

A super coach 😂😂😂

"Coach" e "promessas mirabolantes" são quase sinônimos. Além disso, apesar de os próprios coaches dizerem que os seus serviços não têm o mesmo objetivo da psicoterapia, uma grande parte deles promove tratamentos para transtornos mentais bem duvidosos. Visivelmente apenas com objetivo de lucrar.

Outro dia, vi uma coach promovendo uma cura para a depressão em 7 dias e ela ainda dizia "fique livre dos remédios". Apesar de não existir um conselho de classe para a profissão de Coach, isso poderia ser qualificado como crime de curanderismo e charlatanismo pela legislação brasileira, mas infelizmente a nossa justiça não é lá muito boa e eles ficam impunes.

"Ah, mas a função dos coaches é diferente da dos psicólogos. Psicólogos não motivam as pessoas para atingir seus objetivos"
Nenhum psicólogo deve te dizer como alcançar seus objetivos, mas ele pode te ajudar a lidar e entender a sua falta de motivação de forma muito mais eficaz que os coaches (pelo menos mais que a maioria deles).


Tatá Werneck faz piadas com coach no quadro 'entrevista com especialista' em seu programa Lady Night no Multishow. Sabe quando a gente sente que as brincadeiras tem um fundo de verdade? 😂😂😂



Muitas pessoas que buscam coaching, na verdade precisam de tratamento psicológico

Muitas pessoas que procuram coaches na verdade precisam de psicoterapia.
(Imagem retirada do site Clipartmax)

Muito comum que as pessoas que buscam esse serviço tenham algum nível de ansiedade e depressão e acreditem que as conquistas que querem alcançar que definem seu valor.

Infelizmente o processo de coaching pode piorar muito a situação dessas pessoas. Os coaches, na maioria das vezes, não tem conhecimento suficiente para identificar que, na verdade, o que a pessoa precisa é de um psicólogo ou psicoterapeuta já que eles pensam que a resposta para tudo é a falta de motivação e dedicação.

Muitos profissionais também agem de má-fé mesmo, não por ignorância, porque veem na pessoa vulnerável uma possibilidade de gerar receita.

Alguns coaches promovem tratamentos de emagrecimento sem necessariamente terem conhecimento em educação física e nutrição e podem acabar fazendo seus clientes desenvolverem problemas como transtornos alimentares enquanto enchem seus bolsos 😨😨😨

[Observação para evitar confusões: os educadores físicos e personal trainers costumam utilizar o termo "coach" para se referir a sua profissão também porque essa palavra do inglês significa literalmente "treinador". Essa última estrofe não foi criticando esses coaches/treinadores e educadores físicos, ok?]


O grande interesse das pessoas pelo coaching e o desinteresse das mesmas pela psicoterapia pode ser sintomático

Promessas milagrosas enlatadas seduzem mais do que as aparentes incertezas da psicoterapia.
(Imagem retirada da internet)
  • Psicoterapia: de um lado temos um processo que não promete resultados imediatos nem milagrosos, que pode durar anos, dependendo do quadro do paciente e da abordagem do psicólogo, e que as pessoas têm que confrontar coisas desagradáveis sobre si mesmas, entender muitas vezes que também estão implicadas no próprio sofrimento. Sair da zona de conforto, etc. Esse processo também possui estigma na nossa sociedade, pessoas se envergonham de ter que ir ao psicólogo ou psicoterapeuta e pensam que é coisa de louco, ou gente fraca;

Promessas milagrosas enlatadas seduzem mais do que as aparentes incertezas da psicoterapia.
(Imagem retirada do site Clipartmax)
  • Coaching: do outro temos um processo que promete mundos e fundos, curas e resultados em prazos definidos e sucesso na vida pessoal e profissional, diz tudo o que as pessoas querem ouvir e alimentam seus lados não saudáveis fazendo com que ignorarem questões internas relevantes.
Penso que podemos concluir muitas coisas só com isso que acabei de escrever. A psicoterapia é o caminho mais difícil, é chato, pode ser desconfortável e doloroso, enquanto o coaching parece um atalho fácil para tudo. Por que eu precisaria olhar para os meus problemas internos se posso depositar a esperança do meu sucesso e autorrealização em outra pessoa (o coach) e projetar as causas de tudo de ruim que acontece na minha vida em bodes expiatórios como a "falta de motivação", "vibrações internas místicas", misticismos quântico e tantas outras coisas?

Por que vou fazer psicoterapia e ir no psiquiatra se posso simplesmente comprar o curso milagroso de um coach que me diz que vou curar minha depressão em 7 dias?

O código de ética dos psicólogos não permite essas propagandas milagrosas. Um psicoterapeuta não pode dizer para o seu paciente em quanto tempo ele estará livre da depressão, por exemplo, do contrário terá seu registro cassado, mas o que os coaches mais fazem é promessa de resultados rápidos supostamente comprovados.


Como coaching poderia ser bom

Exemplo de o que seria um serviço de coaching realmente útil.
Ordem na Casa com Marie Kondo, clique aqui para assistir na Netflix. (Imagem divulgação Netflix)

Existem vários exemplos de profissionais que ajudam pessoas a resolver coisas na vida com trabalhos realmente interessantes. Exemplo: temos uma série do Netflix sobre organização doméstica com Marie Kondo, uma autora e especialista no assunto. Acredito que o trabalho dela se encaixa dentro da definição de coaching, apesar de ela não utilizar esse termo para defini-lo.

A diferença dela para esses profissionais ruins é que ela tem um nicho específico e realmente estudou e se especializou nele. Não é como coaches que fazem cursos rápidos e acreditam ser capazes de resolver os problemas das pessoas em qualquer esfera.

O trabalho que ela faz, realmente não é escopo de psicólogos e psicoterapeutas. Coaches poderiam ajudar as pessoas a abrir seu próprio negócio, a organizar sua vida profissional, a estudar, se realmente fossem capacitados para tal. Na teoria esse é o objetivo deles, mas, na prática, é tudo propaganda e perfumaria.

É uma área muito nova, espero que com o passar dos anos ela melhore e passe a ser útil, do jeito que está se vem alguém me oferecendo serviço de coaching, corro como o diabo foge da cruz 😂😂😂


Coaching: promessas milagrosas enlatadas (Opinião)
Salve no Pinterest!





Referências

  1. Portal IBC - O que é Coaching? Disponível em: <http://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching/o-que-e-coaching/>. Acesso em 12 de Fevereiro de 2019;
  2. Psicocast - #59 Psicologia Positiva. Disponível em: <http://www.psicocast.com.br/psicologia-positiva/21/>. Acesso em 12 de Fevereiro de 2019;
  3. Diego Souza - Para o que e para quem serve a psicoterapia? Disponível em: <https://www.diegofsouza.com.br/para-o-que-e-para-quem-serve-a-psicoterapia/>.  Acesso em 12 de Fevereiro de 2019.



Comentários

  1. Tinha um coaching na minha antiga empresa se chamava Rodrigo era ex coaching da Renner, ele fez um trabalho de escrita, seria de escrita analisar a personalidade através da letra, ele me disse que eu não era confiável, que era uma pessoa ruim, que eu não dava valor as coisas dos outros, entre outros testes não comprovados que falavam absurdos dos funcionários, "sempre dos funcionarios" me desencadeou várias crises depressivas, hj penso quantas pessoas já sofreram na mão desse coaching que se acha superior e não faz seu trabalho certo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Apenas psicólogos podem aplicar testes psicológicos e somente os que são regulamentados pelo CFP (Conselho Federal de Psicologia), então isso que ele fez é muito errado :O

      Você sabe que teste que ele disse aplicar?

      Excluir
    2. Nenhum dos testes que ele aplicou é aceito pelo CRP como o dia que obrigou os funcionários a ir na constelação sobre a firma, não sei se você já procurou sobre isso, mais de uma olhada tem constelação familiar, e tem empresarial, o outro teste que me lembro foi o de grafologia.

      Excluir
    3. Nossa, pior que tem muitas empresas que ainda usam esses testes bizarros :(

      Excluir
  2. Sempre acho que a ajuda psicológica é mais realista que as de coach. Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, pelo menos se for um coaching praticado da forma como a maioria desses profissionais pratica.

      Em alguns casos pode prejudicar muito os pacientes. Meu blog visa muito os pacientes, que são meus leitores, por isso trago informações desse tipo para as pessoas saberem como encontrar tratamentos mais adequados.

      Excluir
  3. Olá tudo bem ? Acho super importante você dividir seus conhecimentos .

    ResponderExcluir
  4. Não tinha muitas informações sobre os coaching, seu post me abriu o leque de conhecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Importante conhecer para não cair na propaganda que eles fazem. Que bom que meu post te ajudou de alguma forma!

      Excluir
  5. oi!
    Sempre que for procurar por ajuda temos que ter certeza se o profissional é realmente qualificado. Hoje em dia é muito fácil ser coaching com tantos cursos por ai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem cursos de um final de semana que a pessoa já sai "master coach" kkk

      Excluir
  6. Eu sou psicóloga, e muitas partes do seu texto eu concordo muito com você. Sempre falo que sou suspeita em acreditar que todo mundo seria beneficiado a fazer terapia, e não só pessoas com algum transtorno ou distúrbio psicológico. Mas, ok! Eu não gosto nada nada desse lance choaching de hoje em dia, mas confesso que antes do seu texto, eu nem tinha me aprofundado no assunto. Como você salientou no início, acredito que alguns profissionais devam ser sérios e competentes, mas como sempre, em todo meio, os oportunistas são a grande maioria.
    Continue dividindo sim sua experiência, seus estudos, seus conhecimentos e seu modo de pensar. É possível que tenhamos outras perspectivas após ler o que você escreve. Abraços.

    www.coisasdemineira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Carol!

      Realmente eu tento ser mais imparcial nos meus posts, mesmo em artigos de opinião. Eu vejo que há potencial para o coaching ajudar as pessoas, mas da forma que tem sido praticado hoje é muito charlatanismo e desonestidade e não há qualquer controle sobre isso.

      Eu também acredito que todo mundo possa ser beneficiado ao fazer psicoterapia. Essa ideia de que terapia é só para transtornos mentais é uma informação errada que os coaches propagam.

      Obrigado por comentar! <3

      Excluir
  7. Então, eu já vi muita gente falando bobagens sobre esse assunto sabe, eu fiz um curso de coach uma vez, mas nem foi um curso, foi um estágio que precisei fazer pra grade de faculdade. Foi uma experiencia bem legal, mas não é algo que eu gostaria de fazer pelo resto da minha vida.
    Adorei o seu post, ficou super legal! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!

      Como disse meu post é mais uma crítica construtiva mesmo. Eu escrevo muito com o objetivo de informar outros pacientes como eu. Então acho necessário que eu alerte as pessoas sobre os perigos desse fenômeno.

      Excluir
  8. Eu achei seu post muito interessante e bastante completo. Principalmente nas comparações com a psicoterapia.
    Eu me interesso muito pela terapia e psicanálise, tenho muita vontade de fazer.
    Infelizmente as pessoas tem muito essa visão que você disse, de ser coisa de gente doida ou de gente fraca e não é nada disso.
    Eu acho o coach bastante problemático também, exatamente por esse tipo de irresponsabilidade emocional que ele carrega. Fiquei chocado com o vídeo da mulher falando dos judeus. Passei mal de rir com o vídeo da Tatá Werneck hahahaha

    Excelente post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário! <3

      Eu gosto muito de Psicanálise. É a abordagem que tem despertado mais interesse em mim e tenho textos no blog sobre a teoria.

      Se quiser, você pode dar uma olhada na categoria: Psicologia & Psicanálise

      Abraços!

      Excluir
  9. Olá!
    Nossa hoje temos muitos tipos de coaching né rs' é para cada coisa, e como eu fico curiosa com essas promessa milagrosas gente rs' não sei como as pessoas caem nessas coisas, tem de ter muito cuidado com essas promessas, que muita das vezes frustram a pessoa e acabam deixando ela ainda pior. Tem de ter muito cuidado mesmo!

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu também me faço essa pergunta. Às vezes parece um novo tipo de religião.

      Excluir
  10. Penso que independe da área de atuação, seja coaching ou psicologia, o que importa é a ética do profissional. Até porque a tal "cura" neste caso, depende em essência e principalmente daquele que procura a assistência terapêutica. Prometer sucesso e saúde psíquica até eu posso fazer isso, agora saber promover isso é outra questão, ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prometer sucesso já que é considerado antiético. O código de ética do psicólogo proíbe promessas desse tipo, por exemplo. Infelizmente isso é muito comum no mundo coach, e aí a gente acaba identificando. No coaching existe toda uma propaganda do tratamento, na Psicologia isso não é permitido.

      E eu acho que colocar a responsabilidade do sucesso do tratamento apenas no paciente é problemático porque a técnica do profissional também é importante. Se o profissional não é qualificado e ético, não tem paciente com boa vontade que melhore.

      Excluir
  11. Sou totalmente leiga no assunto e gostei de saber mais, pois trabalho com o instagram e vejo bastante pessoas nessa área me seguindo, em geral são mulheres. Agora ficarei mais atenta quanto a esse assunto. Muito interessante seu texto, bem explicadinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha gostado! Realmente, eu fico até assustado com a quantidade deles que brota no Instagram kk

      Excluir
  12. Onde eu assino?
    Esse negócio de coaching se alastrou como praga, antes era o tal do palestrante motivacional, mas depois do escândalo dos currículos falsos de alguns deles começou essa de coaching onde esse currículo meio exotérico não permite a gente ir atrás dos resultados práticos das consultas anteriores do tal profissional. Hoje em dia tem uma coisa que está me irritando muito ultimamente é a venda de cursos online de coaching e influenciador, conseguem ser mais sensacionalista que os prestadores do serviço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu acho que uma hora isso vai saturar e as pessoas não vai cair mais nisso. Tenho esperanças kkk. Porque é muita promessa mirabolante.

      Excluir
  13. Para mim, sempre o psicólogo será o profissional mais adequado para se procurar. Não conhecia "Coaching", mas depois do que li, não aceitaria essas técnicas comigo.

    ResponderExcluir
  14. Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Esta Sociedade é muito gananciosa, logo procura de tudo para fazer dinheiro.
    Eu vejo o Coaching como o caso do Friboi (Colocar cartão em carne podre para vender). Dá dinheiro? Siga!
    Beijokitaz





    www.devaneiosdemissl.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que está saturando pela quantidade excessiva de profissionais desse tipo no mercado. As pessoas estão começando a abrir os olhos.

      Excluir

Postar um comentário

Dica: clique em "notifique-me" para que você seja avisado(a) por e-mail quando eu responder seu comentário ❤