[Filme] Nasce Uma Estrela com Lady Gaga (Resenha)

versão de 2018 com Lady Gaga e Bradley Cooper

Shallow, música tema do filme Nasce Uma Estrela (A Star Is Born) de 2018 ganhou o Oscar de melhor canção original, então fiquei inspirado para escrever sobre o longa que quando assisti me despertou muitas reflexões sobre o amor e sobre a vida. Ele trata de temas bem profundos como depressão, alcoolismo/abuso de substâncias, idealização, machismo e padrões de beleza, entre outras coisas.

Como fiz em outras resenhas, os spoilers estão separados e sinalizados no final da publicação para não estragar a experiência de quem ainda não assistiu.

[Alerta de gatilho: se você tem problema com alguns temas que mencionei logo acima, tome cuidado ao assistir ou a prosseguir com a leitura deste post.]

Siga nas redes sociais: 👍 Facebook | 💬 Twitter | 📷 Instagram | 📌 Pinterest
🔔 Seja um padrinho! Conheça minha campanha no Padrim

Renasce um clássico

Nasce uma estrela (1954) com Judy Garland,
Nasce Uma Estrela/A Star Is Born (1954) protagonizado por Judy Garland é a versão mais famosa. (Imagem retirada da internet)

O romance é um clássico de Hollywood e possui 4 versões, contando com está última de 2018 que foi dirigida, produzida e protagonizada por Bradley Cooper (famoso também por sua atuação em O Lado Bom da Vida que fala sobre transtorno bipolar).

Também tem a de 1976 protagonizada pela lendária Barbra Streisand, mas que infelizmente é considerada a pior. A atuação de Barbra foi muito criticada, apesar de ela ser uma atriz bastante consagrada por outros trabalhos. A trilha sonora foi bastante aclamada, no entanto.

Cada versão possui sua peculiaridade, a de 2018 tem a trilha sonora totalmente inédita cuja maior parte das músicas foi escrita e produzida por Lady Gaga. A cantora também interpreta a protagonista. Além disso, nesta versão foi explorado um pouco mais o passado do protagonista masculino (o nome dele varia de filme para filme).


Breve resumo do enredo (sem spoilers)

Nasce uma estrela/A Star Is Born - com Lady Gaga e Bradley Cooper
Ally performando La Vie en rose no bar de drag queens.

O filme conta conta a história de amor entre Jackson Maine (Bradley Cooper), um rockstar famoso e Ally (Lady Gaga), uma garota anônima extremamente talentosa como cantora e compositora que também toca piano. Ally nunca conseguiu progredir no meio artístico porque os empresários dizem que gostam de suas músicas e de sua voz, mas não gostam de sua aparência. Ela trabalha como garçonete de um restaurante e se apresenta de vez em quando em um bar que tem shows de drag queens. Elas permitem que Ally se apresente porque adoram sua voz.

Um dia Jack entra neste bar para beber e testemunha uma apresentação de Ally cantando La Vie en rose. Encantado, decide conhecê-la no camarim e a convida para tomar um drink depois que ela se arrumar. Durante o encontro, Ally canta um trecho de Shallow, música que disse estar escrevendo e que acabou de elaborar um refrão.

Já em outro dia, Jack envia uma pessoa para buscar Ally e levá-la para participar de um show de sua turnê. Assustada, ela recusa e vai trabalhar mesmo assim, mas após um desentendimento com seu chefe se demite e decide aceitar o convite.

No show, ele chama Ally para cantar Shallow com ele no palco. Ele diz que escreveu o restante da letra e fez um arranjo. Ela hesita, mas acaba cedendo e os dois performam juntos. Essa é a cena retratada no clipe da música.

Clipe de Shallow no YouTube com cenas do filme.

A partir daí, Jack e Ally mergulham em uma história de amor avassaladora enquanto a carreira de Ally decola. Ela se torna queridinha dos fãs de Jack e posteriormente recebe uma proposta para gravar seu próprio álbum.


Estamos longe de superfície

A letra de Shallow é simples, porém, tem uma mensagem bastante forte. A música fala sobre se entregar aos sonhos, a um grande amor e também sobre ir além do superficial. Segue algumas interpretações:


versão de 2018 com Lady Gaga e Bradley Cooper


[Jack - Bradley Cooper]


Tell me somethin', girl
Are you happy in this modern world?
Or do you need more?
Is there somethin' else you're searchin' for?


I'm falling
In all the good times I find myself
Longin' for change
And in the bad times I fear myself


_____________________
Tradução:


Me diga uma coisa, garota
Você está feliz neste mundo moderno?
Ou você precisa de mais?
Há mais alguma coisa que você esteja procurando?


Estou caindo
Em todos os bons momentos
Eu me vejo almejando uma mudança
E nos momentos ruins, eu tenho medo de mim mesmo
_____________________

Interpretação:

Jack está conversando com Ally sobre o seu sonho de ser cantora. Será que ela está contente com a sua vida de garçonete ou deseja algo mais?


_____________________


[Ally - Lady Gaga]


Tell me something, boy
Aren't you tired tryin' to fill that void?
Or do you need more?
Ain't it hard keeping it so hardcore?


I'm falling
In all the good times I find myself
Longing for change
And in the bad times I fear myself


_____________________
Tradução:


Me diga uma coisa, garoto
Você não está cansado de tentar preencher esse vazio?
Ou você precisa de mais?
Não é difícil manter toda essa energia?


Estou caindo
Em todos os bons momentos
Eu me vejo almejando uma mudança
E nos momentos ruins, eu tenho medo de mim mesma
_____________________

Interpretação:

Ally percebe que Jack bebe mais que o normal, talvez tentando preencher algum vazio. Será que ele está cansado da vida de rockstar e gostaria que as pessoas olhassem para ele também como um ser humano? Pouco antes de Ally cantar estes versos para Jack, eles estavam em um supermercado e atendente do caixa pegou o celular e tirou uma foto dele. Em todos os lugares as pessoas agem assim por ele ser famoso.



Bradley Cooper como Jackson Maine em Nasce Uma Estrela/A Star Is Born (2018).


_____________________


[Ally - Lady Gaga]


I'm off the deep end, watch as I dive in
I'll never meet the ground
Crash through the surface, where they can't hurt us
We're far from the shallow now


[Bradley & Gaga]


In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
We're far from the shallow now


_____________________
Tradução:


Estou perdendo o controle, assista enquanto mergulho
Eu nunca vou tocar o chão
Atravesso a superfície
Onde eles não podem nos machucar
Estamos longe da superfície agora

Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Estamos longe da superfície agora
_____________________


(Imagem retirada do site UIhere)

Interpretação:

Neste trecho a música brinca com umas metáforas relacionadas a piscina e mergulho. “Deep end” em tradução literal significa a parte mais funda de uma piscina. Também existe a expressão “go off the deep end” que significa perder o controle, muitas vezes com uma conotação relacionada a raiva. Ally sente raiva por ser rejeitada por conta de sua aparência, ela quer ser reconhecida pelo seu talento.

Ally diz “assista enquanto eu mergulho”, isso pode significar tanto mergulhar em seu sonho, quanto em um grande amor. Provável que se trate das duas coisas já que além de estar se apaixonando por Jack, ele também representa uma possível ponte entre ela e a carreira de cantora e compositora. Quando ela diz que nunca tocará o chão, acredito que ela quer enfatizar as profundezas desse amor, é tão fundo que ela pode mergulhar de cabeça que não encostará no solo, ou ela deseja que este mergulho seja infinito.

O trecho “Crash through the surface” em tradução literal significa atravessar a água da piscina em um mergulho. Metaforicamente pode significar ultrapassar o superficial. A palavra "shallow" em tradução literal significa "raso" ou a superfície de uma piscina. Também traz essa metáfora entre o que é profundo e o que é superficial.

Podemos fazer uma relação entre a parte “where they can’t hurt us”/”onde eles não podem nos machucar” com algum nível de dependência afetiva no relacionamento entre os dois, este ponto me aprofundarei mais abaixo na resenha.



A surdez literal e simbólica de Jack

Jackson tem problemas auditivos porque se recusa a utilizar protetores de ouvido nos shows. Frequentemente vemos ele pedir para as pessoas ficarem repetindo suas falas porque não as consegue ouvir com clareza. Ele acredita que esses protetores impedem que ele se conecte com o público durante os concertos.

Os problemas auditivos de Jack podem também ter uma conotação simbólica uma vez que ele não houve os conselhos de seu irmão mais velho, nem de ninguém a sua volta.

Uma ironia é que Jack canta muito sobre se desprender do passado, mas ele claramente não consegue fazer isso e vive sofrendo por conta de traumas da relação com seu pai falecido.




[Maybe It's Time]

Maybe it's time to let the old ways die
Maybe it's time to let the old ways die
It takes a lot to change a man
Hell, it takes a lot to try


Maybe it's time to let the old ways die

_____________________
Tradução:


[Talvez seja a hora]
Talvez seja hora de deixar os velhos hábitos morrerem Talvez seja hora de deixar os velhos hábitos morrerem É preciso muito para mudar um homem Inferno, é preciso muito para tentar Talvez seja hora de deixar os velhos hábitos morrerem

_____________________

[Atenção: daqui em diante há revelações sobre o enredo. Se ainda não assistiu e não quer estragar a sua experiência, não prossiga.]




Fantasias de Jack: Ally real e Ally idealizada

Desde o momento que Ally foi chamada para gravar seu disco, Jack reage mal. Apesar de dizer que está feliz por ela, o ciúme fica evidente. Conforme a carreira dela vai progredindo, ela muda bastante. Sua sonoridade se torna mais pop comercial, ela passa a incluir coreografias, dançarinos e figurinos e inclusive muda seu visual tingindo seu cabelo de ruivo.

Jack não gosta das mudanças, sente que Ally se tornou outra pessoa. A ascensão de Ally ocorre ao mesmo tempo que o declínio de Jack. Enquanto ela cresce, ele vai ficando emocionalmente cada vez mais frágil e se afunda ainda mais nas drogas e no álcool.

Música Why Did You Do That de Ally tem uma letra mais sexual.

O filme nos mostra muito a perspectiva e subjetividade de Jack nesses momentos, mas será que suas fantasias correspondem a realidade?

No início, o empresário tenta controlar Ally, mas ela se impõe. Aceita fazer mudanças em seu visual, mas ela quem escolheu quais seriam. Vemos que Ally está feliz com o destino que a sua carreira está levando. No começo até ficou receosa com medo de perder a parte de si mesma que é talentosa, mas conforme cresce e é reconhecida se sente cada vez mais segura com os caminhos que escolheu. Ou seja, Ally continua sendo Ally, mas ela é diferente da versão idealizada pelo qual Jack se apaixonou.

Jack briga com Ally.
Nesta cena Jack briga com Ally, desdenha de sua música e a chama de feia.

Jack se sente atacado por Ally, como se ela quem estivesse causando seu sofrimento, então decide atacá-la também. Em uma briga entre os dois ele fala coisas desagradáveis, dizendo que ela é feia e está mudando seu estilo porque necessita de aprovação dos outros.

Mais tarde Jack se arrepende e vai pedir desculpas a ela em um ensaio.


Jack pede desculpas a Ally por tê-la magoado.
Ally aceita o pedido de desculpas de Jack e o abraça.



Dependência emocional

O amor de Jack por Ally, apesar de bonito, começa a se tornar uma espécie de dependência emocional tóxica bastante semelhante com a sua pelo álcool e ele está em abstinência. Ele não tem mais a mesma atenção que recebia dela, mas sente falta e tenta preencher essas lacunas bebendo cada vez mais. Chega um ponto em que ele passa a maior parte do dia bêbado.

Ally é indicada ao Grammy Awards, considerado o Oscar do mundo da música. Durante a entrega do prêmio, Jack bêbado sobe no palco em um surto, falando coisas desconexas, fazendo xixi nas calças e por fim desmaiando. O pai de Ally fica irritado com ele por ter envergonhado sua filha em uma premiação tão importante.

Cena em que Jack surta no Grammy durante a entrega do prêmio para Ally.
Jack surtando durante a entrega do Grammy para Ally.

Jack é internado em uma clínica de reabilitação e é diagnosticado com alcoolismo. Ally dá todo apoio a ele, mas ele não consegue não se sentir mal e culpado pelo vexame que a fez passar.

Podemos observar que o amor dele é realmente sincero e ele deseja o melhor para ela, mas, ao mesmo tempo, não consegue lidar com sua dependência. Acredito que a rejeição de Jack pela "nova" Ally possa ser um mecanismo de defesa, talvez seja mais fácil tratar como se ela tivesse se tornado superficial e fútil do que lidar que ela não depende dele tanto quanto ele é dela?



Jackson desiste de viver

Ally encontra Jack na clínica de reabilitação.
Ally conclui que Jack piorou enquanto eles estavam juntos.

Com o tempo, Ally vai juntando o quebra-cabeça e conclui que Jack começou a piorar por causa de seu sucesso. Ela irá iniciar uma turnê pela Europa, um feito incrível para uma artista tão iniciante, porém, decide cancelar a turnê para cuidar dele.

Ela tenta fazer parecer que a decisão não foi por causa disso, mas Jack percebe e se sente ainda pior, como se ele estivesse sendo responsável por acabar com uma carreira tão promissora. Para piorar o empresário de Ally bota mais lenha na fogueira falando coisas horríveis nesse sentido que claramente foram gatilhos…

Ally chama Jack para cantar Shallow com ela em um de seus shows para estimulá-lo. Ela combina de mandar um carro para buscá-lo mais tarde, porém, assim que fica sozinho em casa, Jack comete suicídio. Uma cena extremamente triste 😰😰😰

Jack desiste de viver.
😰😰😰

O último número musical do longa é Ally cantando a música I'll Never Love Again em um teatro em homenagem a Jack, a letra teria sido escrita por ele, antes de morrer.

Clipe de I'll Never Love Again com cenas do filme.



[Eu nunca amarei novamente - trecho traduzido]

Não quero sentir outro toque
Não quero acender outra chama
Não quero conhecer outro beijo
Nenhum outro nome saindo de meus lábios
Não quero entregar meu coração
Para outro estranho
Ou deixar outro dia começar
Nem mesmo vou deixar a luz do sol entrar
Não, eu nunca vou amar de novo


Eu nunca vou amar de novo, oh, oh, oh, oh


Pessoas em um estado de depressão grave como o de Jack sentem como se fossem um peso para os outros. Infelizmente muitas pessoas se suicidam por esse motivo, como foi o caso dele.

Claramente o problema de Jack não era sua relação com Ally, era uma questão muito mais antiga e profunda que também o levou a desenvolver seus vícios.


Jack cantando I'll Never Love Again para Ally.
Jack cantando I'll Never Love Again para Ally.


Os personagens tem coisas em comum com os atores

Lady Gaga disse que Ally é muito diferente dela e acredito que seja mesmo, porém, elas compartilham várias características em comum. Assim como Ally, Gaga também já foi rejeitada no mundo da música por conta de sua aparência e o seu nariz.

Já Bradley também tem algumas semelhanças com Jack, ele já teve problemas com alcoolismo, mas está sóbrio há anos.

Antes de ficar famosa Lady Gaga escrevia músicas para outros artistas. Uma delas foi a música Quicksand de Britney Spears, faixa bônus do álbum Circus e que também recebeu backing vocals da própria Gaga.


Conclusão

Nasce Uma Estrela é um prato cheio para pessoas que gostam de Psicologia como eu, podemos fazer muitas reflexões sobre o amor, sobre a vida, sobre relações saudáveis ou tóxicas, dependência emocional, vícios, mecanismos de defesa, entre outros.

É um filme muito lindo, mas também muito triste.

Se você já assistiu, comente. Você concorda com as minhas interpretações? Compartilhe esta resenha com seus amigos! 😇😇😇






[Filme] Nasce Uma Estrela com Lady Gaga (Resenha)
Salve no Pinterest!







Comentários

  1. Gente ela mereceu o prêmio do Oscar foi realmente incrível, gostei bastante do seu post, desejo sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico cantarolando essa música desde quando ela foi lançada kkk <3

      Excluir
  2. Meu Deus, eu terminei esse post arrepiadíssima. Acho que nunca li um texto sobre esse filme de forma tão profunda, coisa que eu não esperava de início.
    Esse filme nos faz refletir muita coisa, de fato, principalmente o peso de Hollywood nas pessoas. Senti mt pena do Jackson e da Ally, de diferentes modos. Por sinal, li que essa é a versão que melhor retrata ele, não só pela profundidade do personagem, mas pelo amor por ela. E Shallow é maravilhosa, mas você me fez refletir ainda mais sobre a mensagem dela. Mas, a minha preferida é I'll Never Love Again ainda. Arrasou! Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro ela também. Minhas preferidas da trilha sonora são Shallow, I'll NNever Love Again e Always Remember Us This Way <3

      Excluir
  3. Assisti ao filme logo quando estreou no cinema e amei suas interpretações de shallow, faz muito sentido em relação às coisas mostradas no filme e que eu não teria chegado nessa interpretação, quanto as outras partes também foram comentários bem pertinentes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível como uma música com uma letra razoavelmente curta consegue ser tão incrível, né?

      Excluir
  4. Que filme!!! Com certeza um dos melhores e mais lindos que eu já vi na minha vida! Amei a química dos atores, acho que deu aquele toque mais real sobre o casal na ficção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, nem tudo são flores na relação dos dois, mas é um amor muito bonito!

      Excluir
  5. Olá,

    Esse foi um dos posts mais completos que já li sobre o filme e com certeza me deixou com mais vontade de assistir ao filme (venho postergando este momento). Gosto bastante do filme ser um prato cheio para quem curte psicologia, pois simplesmente amo analisar os pormenores relacionados a elas em obras. Parabéns pelo post, realmente ficou muito bom e completo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não assisti o filme, mas estou muito curioso para isso, por causa das críticas que estou lendo. Outro fato para eu desejar assistí-lo é o de gostar muito dos protagonistas. Espero assistir logo.

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não assisti o filme. Mas todo mundo fala muito bem dele. A musica eu amei.

    ResponderExcluir
  8. Ainda não assisti o filme, mas me encantei por suas palavras falando sobre a trajetória do filme. Não sei bem quando vou poder parar para assistir, quando o fizer que ficar atenta as estes detalhes.

    ResponderExcluir
  9. Menino, fiquei encantada com seu post! De verdade! Super completo e bonito. Bem embasado! Parabéns! Lady Gaga, creio eu, deva ter sido uma surpresa positiva para muitos, não é? Quero muito ter a possibilidade de assistir ao filme e conhecer mais do seu lado de atriz! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Ela já tinha atuado em American Horror Story: Hotel e foi bem elogiada, mas pessoalmente acho que a atuação nesse filme foi muito melhor.

      A trilha sonora também é maravilhosa e está fazendo muito sucesso mesmo meses depois do filme ter sido lançado.

      Que bom que gostou! ❤

      Excluir
  10. Que análise maravilhosa, super completa e profunda, gostei muito. O filme é bonito e ao mesmo tempo bem triste, a parte psicológica é evidenciada na relação do casal. Infelizmente o trauma na criação do Jack o deixou emocionante doente, o que se refletiu no futuro em suas relações amorosas confusas e no vício. Ah, além das 4 versões citadas também houve uma versão de Bollywood, no cinema indiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Não conhecia a versão indiana. Depois vou dar uma pesquisada.

      Obrigado pela dica ❤

      Excluir
  11. Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Nem sabia que havia o filme ahahaha
    Soube da música através duma Prack (não existo, eu sei)
    ahahahaah
    Beijokitaz



    www.devaneiosdemissl.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Dica: clique em "notifique-me" para que você seja avisado(a) por e-mail quando eu responder seu comentário ❤