O ódio e o engajamento na internet (Reflexão)

Blogagem Coletiva Agosto/19 - Movidos pelo ódio

Olá! Estou há praticamente 20 dias sem publicar nada por aqui e nem alimentar minhas redes sociais. Alguns amigos devem ter pensado que morri, mas foi por uma boa causa: consegui o meu primeiro trabalho remunerado como redator, um capítulo de um livro didático sobre psicologia.

Ele caiu do céu bem em um momento que estou precisando de dinheiro para cobrir algumas dívidas. O prazo foi extremamente apertado, mas não pude perder essa oportunidade. Tanto pela questão financeira, quanto pelo aprendizado.


Pois, bem, paralelamente também organizei a blogagem coletiva desse mês. Em julho não teve porque fiquei doente, então resolvi começar a de agosto mais cedo.
O texto que escrevi sobre a Anitta me deixou inspirado para falar sobre um fenômeno curioso da internet: a banalização do ódio.


Siga nas redes sociais: 👍 Facebook | 💬 Twitter | 📷 Instagram | 📌 Pinterest
🔔 Seja um padrinho! Conheça minha campanha no Padrim

Tema - "Tribos urbanas"

Todos os participantes devem elaborar uma publicação inédita em seus respectivos blogs dentro do tema proposto. Essa publicação deve ter no mínimo 500 palavras, gênero livre (crônica, poesia, narrativa, reflexão) pode conter imagens, citações, tudo o que a sua criatividade permitir. No topo do post, inclua o banner (imagem em anexo).

"Atualmente na era da internet presenciamos um fenômeno curioso: o ódio causa engajamento. Já pararam para analisar como as pessoas estão sempre mais dispostas a gastarem suas energias fazendo comentários com críticas negativas? Ou que elas passam mais tempo falando dos artistas, ou pessoas que odeiam do que dos que admiram?

Escondidas atrás da tela de um computador ou smartphone, as pessoas tendem a ser comprovadamente menos empáticas. Isso ocorre porque ao não estarem olhando diretamente nos olhos das pessoas alvo de seus comentários rudes, elas não conseguem enxergar que há um indivíduo com sentimentos do outro lado. Outro fator é que elas sentem que não sofrerão as consequências do seu mau comportamento em sua vida offline, uma espécie de sentimento de onipotência.

O quanto isso é saudável? Às vezes você se percebe adotando esse comportamento também?"

A internet e a falta de empatia

Adoro essa série de documentários da Netflix. O primeiro episódio fala sobre mídias sociais.

Eu pretendia trazer muitas referências e para este post, mas o trabalho consumiu todas as minhas energias e estou sem tempo. Então será uma discussão mais reflexiva baseada nas minhas impressões a respeito do assunto do que de fato um levantamento de informações científicas.

Existe um episódio da série Eu e o Universo (Brainchild) da Netflix que fala basicamente sobre isso. Se trata de uma série de minidocumentários sobre os mais variados assuntos. O primeiro fala sobre mídias sociais e demonstra um experimento sobre o comportamento das pessoas na internet no que diz respeito a consideração pelos sentimentos do outro.

Nele, um vídeo de uma garota chamada Melody cantando desafinada é exibido para dois grupos diferentes de jovens. Depois foi solicitado que cada uma dos participantes desse um feedback baseado em notas de 1 a 5 e tecessea comentários sobre o que achou de seu desempenho.

O primeiro grupo recebeu instruções de que suas avaliações seriam repassadas para Melody pessoalmente, enquanto o segundo de que elas seriam completamente anônimas e eles não a encontrariam. Os comentários do grupo 2 foram consideravelmente mais rudes.

O experimento constatou que na vida online as pessoas não sentem que seus comentários possuem o mesmo efeito da offline. Elas se sentem livres para falar o que quiserem e acreditam que não precisaram encarar as consequências de seus atos.


Haters gonna hate

Outro fenômeno curioso é como algumas pessoas gastam mais energia pesquisando e falando sobre as coisas que não gostam. Quem não tem aquele amigo que não gosta da cantora x ou y, mas conhece mais sobre ela que os próprios fãs e está sempre comentando as notícias mais quentinhas? Para criticar, claro.

Dentro do meio de blogueiros e produtores de conteúdo, existem muitas pessoas que relatam que recebem poucos comentários em seus blogs e quando acontece, são sempre críticas ou ataques. Felizmente não sofro desse problema aqui. Algumas vezes, publico textos polêmicos e já me preparo para receber pedradas, mas me surpreendo que na maioria das ocasiões isso não acontece. Exceção a regra?

Bem, a internet é um ambiente muito rico e, graças a ela, aprendi tantas coisas. Ela consegue nos trazer conhecimento a uma distância de poucos cliques e também unir as pessoas. No entanto, ela também possui lados tóxicos como o vício, aumento de ansiedade, insegurança e esta questão do ódio.

É importante ter consciência de quando estamos apresentando esse tipo de comportamento, desintoxicar e utilizar a tecnologia de modo mais saudável e responsável. Tem um tempo que estou tentando adotar esses hábitos. Passei a frequentar bibliotecas e reservar algumas horas do meu dia e da semana para atividades desconectadas.
Você concorda comigo? Já apresentou essas condutas em algum momento? Deixe sua opinião nos comentários! 😍

Gostou? Não se esqueça de conferir também os textos dos outros participantes:
Essa blogagem coletiva foi organizada por meio da BlogaWeb - A rede social dos blogueiros e blogueiras. Os textos representam as opiniões de seus respectivos autores.


Blogagem Coletiva Agosto/19 - Movidos pelo ódio
Salve no Pinterest!






Comentários

  1. Muito bem ponderado, infelizmente utilizar a internet muitas vezes é um exercício de inteligência emocional. Se você se deixar abalar pela avalanche de hate que tem por ai vc desaba e não levanta mais =/ É importante não deixar essas coisas entrarem na mente!

    Acho que até vale mencionar o vídeo "A vantagem de ser um extremista" do Monty Python, todo esse hate te provê de "inimigos", e ter inimigos que você pode desumanizar e descontar todo seu ódio sempre une muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou procurar esse vídeo, parece interessante :3

      O que tenho feito muito é tentar frequentar lugares mais positivos na internet.

      Obrigado pela visita ❤

      Excluir
  2. Parabéns pelo emprego novo! Realmente você tem razão, as pessoas precisam aprender a usar o lado bom da Internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! ❤

      Não é exatamente um emprego formal. Sou trabalhador autônomo :3

      Fico feliz que você tenha participado de novo da blogagem.

      Excluir
  3. Sim, concordo totalmente. Infelizmente as pessoas usam a tela do computador como uma máscara, criando na mente que ninguém vai saber se elas ali, atrás de uma tela, destilam tanto veneno através de comentários maldosos. É horrível, precisamos ser mais empaticos com as pessoas.

    Abraço,
    "Parágrafo Cult"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O curioso é que boa parte das pessoas não percebe mesmo as consequências negativas desse tipo de atitude.

      Excluir
  4. Parabéns pelo emprego!!! Realmente não podia deixar passar a oportunidade...
    E tudo é questão de se organizar direitinho...Daqui a pouco você coloca tudo em dia...Em relação ao post propriamente, realmente muitos se escondem atrás do computador...Acredito que são pessoas que na "vida real", sofrem essas mesmas criticas... É necessário filtrar...O que realmente te faz bem??? Qual o foco???
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Quando é tudo muito novo também é mais difícil

      Excluir
  5. Oi,tudo bem ?

    Nossa que post maravilhoso e extremamente necessario. Ontem mesmo fiz um coméntario via instagram sobre uma atriz, onde apenas citava que gostava da atriz mas teve um filme dela que não curti...isso bastou para uma pessoa enlouquecer e surtar comentando coisas nada haver, me julgar como se me conhecece e despejar grosserias em forma de palavras. Hoje as pessoas devem aprender outra vez que cada um pensa diferente, que gosto é gosto e que todos tem o direito de fazer um coméntario...não é preciso faltar com respeito, despejar ódio e xingamentos. Apenas faça o seu e respeite o ponto de vista dos outros, o que não agrega é melhor deixar para lá,não é preciso sair comentando coisas dos outros e se metendo na vida de ninguém. As celebridades são a prova viva disso, o mundo precisa de mais empatia urgente!

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    As vezes é inevitável julgar algumas coisas, porém temos que nos policiar mais a respeito de como nós damos nossa opinião.
    Muitas pessoas usam a interna para destilar ódio, eu não consigo entender uma pessoa assim.
    Sempre que expomos a nossa opinião é certeza que receberemos críticas, sejam elas positivas ou negativas, mas infeliz nunca estamos prontos para receber ódio alheio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes a gente até acha que está pronto e que não vai nos afetar, mas somos surpreendidos.

      Excluir
  7. Eu acho bastante curioso as pessoas destinarem o seu tempo ao ódio, as acusações e também as mentiras. Fico pensando no desperdício de vida.
    Nos últimos tempos tenho filtrado muito o que sigo, tentando o meio termo entre não ser uma ignorante no que acontece, mas também não me sentir triste pelos falsos valentes que se escondem atrás de telas.
    Parabéns pelo trabalho :)

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente, parabéns pelo trampo! <3
    Achei o seu texto muito valioso para a compreensão acerca de determinados comportamentos na web. O ódio realmente está se propagando com mais facilidade e parece provocar um efeito manada nas pessoas. Por trás da tela do computador é mais fácil retirar a máscara social e destilar maldade sem a menor empatia.
    Estamos vivendo tempos cada vez mais difíceis, onde uma ferramente que deveria servir como meio de aquisição de novos conhecimentos está virando um meio cada vez mais tóxico, promovendo notícias falsas, desserviços e mensagens de ódio. Triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Tem muito essa coisa de um ambiente com muito ódio ir influenciando cada vez mais e estimulando esses comportamentos :O

      Excluir
  9. Olá,

    Achei incrível você trazer este tema para uma blogagem coletiva, porque o mesmo é mais do que necessário para os tempos em que vivemos. As pessoas não medem seus comentários na rede, exatamente por acharem que estão no seu direito e que não vão lhes acontecer nada.
    É triste ver o tanto de comentários maldosos que encontramos nas redes sociais, e é mais triste ainda perceber que muitas pessoas são atingidas por esses comentários e que podem chegar a extremos por esse ódio, como o suicídio. Parabéns pelo texto, ficou incrível. Precisamos de mais textos assim!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha gostado ❤. As blogagens que eu organizo geralmente são bem reflexivas mesmo.

      Excluir
  10. Priscila Biancardi15 de agosto de 2019 13:27

    As pessoas acham internet é terra sem lei, terra de ninguém e acabam usando isso para tecer comentários de ódio, a internet dá a opção da pessoa se "esconder", assim infelizmente ela se sente no direito de fazer o que quiser e se esquece de algo muito importante, que é a empatia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mesmo que a pessoa esteja usando o perfil dela, ela cria mais coragem para tecer esses comentários do que teria frente a frente com o alvo deles :O

      Excluir
  11. Seu artigo fala sobre exatamente o que venho pensando durante muito tempo. A internet pode animar ou acabar com uma pessoa num piscar de olhos! As pessoas não se importam com as outras e acabam falando o que querem sem pensar na intenção de machucar o outro.

    ResponderExcluir
  12. Real! Essa disseminação do ódio banalizado está afetando muito as nossas relações interpessoais. A internet se tornou um lugar muito tóxico nos últimos tempos e só vem piorando, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O bom é que esse tipo de discussão está cada vez mais frequente.

      Excluir
  13. Eu entendo você porque estou passando nessa mesma crise. É muito triste a gente gostar tanto de algo e o trabalho consumir as nossas forças e energias. Mesmo assim merece os parabéns por uma postagem tão enriquecedora que nos levam a uma reflexão. Eu concordo com você, Hoje em dia as pessoas estão melhores em semear as contendas que o amor. É estranho esse amargor que envolve as pessoas atrás da tela. espero que essa postagem alcance A grande maioria desses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei feliz que eu tenha conseguido produzir um texto assim estando tão cansado kk

      Excluir
  14. A verdade é que na internet as pessoas fazem o que não fariam pessoalmente, porque as pessoas acham que internet é terra sem lei.
    Esquecem que todos somos seres humanos.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! O que a gente faz na internet tem impacto na vida fora dela, mesmo que não diretamente na gente, mas nos outros

      Excluir
  15. Esses ataques e comentários maléficos em blogs para mim é serviço de pessoas invejosas e que estão incomodadas com nosso crescimento e sucesso.Quando tive um blog do seriado Dawson's Creek, o mesmo estava com muito sucesso e repleto de visitas e uma pessoa vinha no anônimo e detonava nos comentários. Então vi que era uma pessoa recalcada e isso ainda continua acontecendo em nosso dia a dia e o melhor a fazer é deletar esses comentários e seguirmos nossas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso eu considero importante moderar os comentários no blog. Não é sobre vetar opiniões contrárias, mas ter um controle para que o ambiente permaneça agradável

      Excluir
  16. É uma pena que o anonimato que a internet oferece acabe trazendo à tona o pior das pessoas. Quanto ódio que não leva a lugar algum, que só destrói. Mas para muitos sites ainda é a melhor forma de atrair seguidores, o que é mais bizarro ainda.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem influenciadores que se aproveitam disso e fazem conteúdos focados em ódio ou provocativos para ganhar visibilidade

      Excluir
  17. Bom dia, E achei bastante interessante a sua abordagem, e wuero te parabenizar pelo emprego, realmente as vezes a gente da uma sumida, e muitas pessoas icam perguntando o que sera que aconteceu, mas o problema é que as vezes tem pessoas que esquece que a vida nao é apenas virtual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, mas não gosto de sumir assim. Fico me sentindo meio solitário :/ kk

      Excluir
  18. Melhor reflexão essa questão que você levantou no blog post. Realmente, o ódio "haters" tem gerado bastante engajamento na internet. Vejo tantos exemplos dissso por aí, infelizmente. Quando isso acontece, as mídias sociais acabam sendo um lugar onde pessoas ruins e sem empatia promovem esse mal todo. Achei ótimo saber que você adora essa série de documentários da Netflix. Muito interessante saber que o primeiro episódio fala sobre mídias sociais. Vou anotar aqui, porque vou querer conferir assim que possível. Meus parabéns pela ótima postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado :3

      O legal é que cada episódio da série é bem curtinho, mas bem divertido e didático também. Tem até um episódio sobre diferenças entre gerações que eles fazem uma gincana com crianças e seus pais. Muito legal!

      Excluir
  19. Oi, tudo bem? Esse é um tema bem complicado e rende muitas reflexões. Realmente as pessoas gastam mais energia em propagar aquilo que não gostam, pessoas que "odeiam" ou situações que não fazem bem do que direcionar para coisas boas. Além é claro, do ódio gratuito nas redes sociais. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, mas também muito atual. Estão rolando muitas discussões sobre a toxicidade da internet. Isso tem levado até empresas como o Instagram a promover mudanças (como o fim dos likes).

      Então, talvez o futuro seja promissor. Espero que sim kk

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  20. Oi, como vai? Realmente notei que você tinha sumido! Achei que fosse apenas para dar uma respirada, ou algo parecido, mas que bom que tenha sido por uma bela proposta de trabalho, principalmente dentro dessa área. Parece que aos poucos as coisas vão se organizando e se encaminhando, não é verdade? Sobre Blogagem Coletiva, eu amo e vez ou outra participo em um grupo que adoro fazer parte no Facebook. Parabéns pelas suas excelentes considerações e abordagens. A verdade é que a internet pode ser luz, paraíso, mas também pode ser um campo minado, e nos causar transtornos. O fato de deixar de ser uma "terra sem lei" já ajuda, mas ainda não é tudo, não é verdade? Bjkass

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe um dia você não participa de uma dessas blogagens?

      Ai, queria tanto dar uma respirada. Faz tempo que eu estou precisando, mas está bem difícil :( kkk

      Obrigado pela visita, beijinhos ❤

      Excluir
  21. Boa noite, meu caro.
    Eu acho que é mais fácil agredir quando não se conhece o outro, mas do mundo onde eu vim, isso se chama covardia. Fui educada a dizer o que penso-sinto, olhando nos olhos das pessoas e não para magoar ou ferir, apenas para pontuar minhas emoções.
    Eu não tenho tempo para magoar as pessoas, nem para diminuí-las, acho que quem faz isso, são pessoas infelizes com suas realidades e como não são capazes de fazerem por si, se sentem bem, colocando as outras pessoas abaixo delas. Preguiça é o que eu sinto.

    bacio

    ResponderExcluir
  22. A a internet e seus muito contras! Com certeza precisamos saber ponderar o que usufruir da internet, afinal podemos entrar em um terreno tão perigoso que pode nos levar a depressão na certa. Por isso precisamos realmente saber filtrar o que realmente ver e ingerir da internet! Amei os textos realmente todos muito relevantes!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns pelo seu novo emprego e pelo post também. Concordo plenamente contigo e confesso que às vezes eu me sinto triste com tantos comentários maldosos que vejo todo santo dia por aí, mas estou aprendendo a me desintoxicar. Boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tem que aprender para sobreviver. Boa semana para você também ❤

      Excluir
  24. Olá! Um post importantíssimo e super atual. Hoje mesmo estava comentando com um amigo com a internet tem deixado as pessoas "corajosas" e ruins. Em específico, estávamos falando sobre o nascimentos dos filhos do Paulo Gustavo e os comentários pavorosos. O pessoal acredita que isso aqui é terra de ninguém. Que podem falar o que quer e o que não querem e se a pessoa for pública, vem a desculpa de que eles precisam estar prontos para lidar com críticas. Honestamente, vejo famosos que mantém suas redes sociais fechadas e acho certíssimo. Precisam preservar a saúde mental, que tanto tentam matar. Parabéns pelo post. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso me lembra quando as pessoas faziam comentários negativos sobre a aparência da filha da Beyoncé falando que era era feia por ser parecida com o pai. Muita maldade e falta de empatia com uma criança. Horrível

      Excluir
  25. Amei o post, achei super necessário, e amo seu blog

    ResponderExcluir
  26. É um grande problema o fato das pessoas se esconderem atrás das telas e não perceberem que quem está do outro lado lendo suas palavras ofensivas será atingido. É algo a ser trabalhado e discutido.

    ResponderExcluir
  27. Olá
    Eu não tinha visto esse comentário da Netflix, mas vou procurar. Infelizmente as pessoas se sentem inatingíveis quando estão do outro lado da tela. Eu nunca recebi comentários odiosos, mas já recebi alguns controversos, mas, em minha opinião, essa é uma das maravilhas da internet. Discordar é um coisa, espalhar ódio é outra.
    Usando o seu exemplo de artistas, tem alguns que eu não gosto, claro, mas eu simplesmente não me envolvo. Deixo ele lá fazendo o trabalho dele, só optando por não consumir.
    Eu tenho essa crença ingênua de que espalhando amor vou colher amor, então busco sempre espalhar coisas boas por ai.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo, é uma série de documentários muito divertida ❤

      Excluir
  28. Antes de mais nada parabéns pelo trabalho! Infelizmente a internet se tornou um lugar muito tóxico, parece que as pessoas perderam a razão e extrapolam o seu direito de tecer opiniões, partindo muitas vezes para ataques ofensivos desmedidos. A falta de empatia cria essa bola de neve irracional que dia após dia só aumenta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que esse assunto entre cada vez mais em voga para que seja possível tornar a internet um ambiente mais agradável.

      Excluir
  29. Recentemente participei de uma blogagem coletiva também! é bem legal né?

    realmente concordo com o que você falou, algumas pessoas usam a internet para gerar ódio e rancor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto bastante das blogagens por conhecer pontos de vista diferentes do meu. É uma troca ❤

      Excluir
  30. Oi!

    Eu super concordo com o texto.
    Tem muito tempo que uso a internet e sempre gostei de cantar, embora não o faça bem. Postei em um lugar mas pra guardar mesmo os áudios e recebi muita crítica, eu mesma já fui muito dura em comentários, mas com o tempo aprendi.
    Acho que muitos famosos acabam nem tomando conhecimento por terem assessoria. Se eu fosse famosa por mim "falem bem, falem mal, mas falem de mim", nesse caso acredito que propaganda negativa ainda é propaganda e comentários bons ou ruins ainda são engajamento. Haters gonna hate e fakers gonna fake como já dizia Taylor Swift.

    Beijos,
    Amanda Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas para as pessoas chegarem nesse nível de não se afetarem com críticas negativas, elas precisam de bastante maturidade e equilíbrio. Muitas celebridades não aguentam :/

      Excluir
  31. Olá e primeiramente parabéns, que esse seja o primeiro de muitos trabalhos como redator. Quanto a esse fenômeno da O.S.O. (opinião segura online rs), irritante,covarde, desmotivador, desnecessário e muitas outras coisas se encaixam, mas talvez a que mais me preocupa é perceber que todo esse ódio sempre esteve lá, apenas encontrou um "terreno seguro". Eu creio que QUASE toda crueldade é filha de um trauma ou medo e já acreditei que muitas dessas agressões eram fruto de desconhecimento de causa ou ignorância, mas é duro constatar que pessoas ruins existem e estão entre nós, que existe gente que realmente se alegra de causar sofrimento, de saber que magoou e hoje creio que cada um dá o que tem, que muita gente não tem nada além disso para "presentear" o próximo. Na minha opinião, sinceridade sem bom censo é apenas uma forma popular de agressão verbal e amando muitas coisas sobra pouco tempo para odiar tantas. Adorei o post :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que interessante. Eu não sabia que existia um termo para isso :O

      Excluir
  32. Muito interessante! Acredito que, em algum momento, eu já tenha apresentado esse tipo de comportamento. Hoje, procuro me policiar mais, utilizar as redes para mostrar sim o meu desagrado por coisas que podem ser mudadas - e não por pessoas. Acredito que vivemos em um mundo onde o ódio engaja bem mais as pessoas, repare por exemplo, numa fila de mercado: Pessoas desconhecidas começam a falar umas com as outras para reclamar dos preços ou do atendimento, mas raramente tocam em assuntos bons ou elogiam alguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Eu acho um fenômeno bem curioso! Eu também já apresentei esse comportamento. Acho que todo mundo já, nem sempre temos consciência.

      Excluir

Postar um comentário

Dica: clique em "notifique-me" para que você seja avisado(a) por e-mail quando eu responder seu comentário ❤